A terapia holística é aquela que segue os princípios do holismo (do grego holos que significa inteiro ou todo). Ou seja: trata o ser humano como um todo, não através de uma visão fragmentada do real.

A abordagem holística acredita que os elementos físico, emocional, mental e espiritual de cada pessoa forma um sistema e objetiva tratar de toda a pessoa em seu contexto, concentrando-se tanto na causa da doença como nos sintomas.

Hoje em dia as terapias holísticas trabalham tendo entendimento de que toda a doença começa quando perdemos a fé em nós mesmos, quando não acreditamos em nossas capacidades e nos desligamos do “espírito”. Depois esta falta de fé, gerará pensamentos densos, confusos e negativos.

Todo pensamento gera uma emoção. Portanto, se formos pessimistas, por exemplo, o pessimismo gerará mau humor, raiva, ressentimento ou alguma emoção negativa. E a própria física quântica já comprovou que todo o pensamento gera uma emoção. Por fim, se ficarmos somatizando essas debilidades por muito tempo, o corpo físico sofrerá com dores, doenças e disfunções.

A terapia holística é hoje uma das terapias que mais crescem no mundo e geralmente elas fazem parte das medicinas orientais (como a Medicina Tradicional Chinesa e Medicina Ayurveda), utilizadas a milhares de anos.

O motivo do aumento da procura por estes tratamentos se deve ao fato de que todas elas enfocam o ser humano como um ser integral. Sendo assim, no enfoque holístico a doença do corpo físico é apenas o reflexo das desarmonias que já existem nos corpos energéticos.

Essas técnicas podem ajudar as pessoas a aliviar o stress físico, dores nas costas, previne e combate depressões, insônia, TPM, ansiedades. Fazendo uso de vários métodos diferentes, podemos detectar o que está realmente gerando desequilíbrio.