No artigo Como Parar de Procrastinar falei como a sua procrastinação afeta a sua autoestima. E agora vai perceber o quanto a procrastinação pode se originar dela.

A AUTOESTIMA E O CICLO DA AUTOSSABOTAGEM

Se você estiver se sentindo um pouco confuso com todo esse papo de autoestima, permita-me fazer um pequeno esclarecimento.

Autoestima não tem nada a ver com sua aparência, com sentir-se bonito ou feio. Autoestima diz respeito ao seu sentimento de valor diante da vida. É você viver em um estado de profundo autoconhecimento. E saber que você é uma pessoa única no mundo, que não há ninguém em todo o Universo igual a você e isso te faz muito especial.

Ter uma boa autoestima é confiar em sua própria capacidade de gerenciar a sua vida e tomar boas decisões, além de se sentir merecedor de amor, felicidade e sucesso.

Depois desse esclarecimento fica mais fácil te explicar como uma baixa autoestima afeta a sua produtividade. E usa a procrastinação para criar um ciclo de autossabotagem.

O MERECIMENTO E A AUTOSSABOTAGEM

Quando você não se sente merecedor, agir para obter o que deseja é algo muito incoerente. E o seu inconsciente odeia incoerências.

Se você fizer todas as suas tarefas no tempo certo e cumprir as atividades estabelecidas, isso vai te gerar um resultado legal, ok? Só que no fundo, no fundo (de novo, lá nos mares revoltos do seu inconsciente) você não se considera merecedor daquele resultado.

E o seu inconsciente, para dar um jeito nessa incoerência e fazer com que você tenha apenas os resultados que sente que merece, trata de agir. E faz com que você procrastine e se afaste daquele objetivo.

Faça uma análise dos objetivos que você busca alcançar, mas não está conseguindo. Tente identificar onde você está se sabotando, esse é o primeiro passo.

ciclo da autossabotagem

AUTOSSABOTAGEM: AS ARMADILHAS CRIADAS POR NÓS MESMOS

A autossabotagem é, sem dúvida, considerada uma das maiores aniquiladoras de sonhos e objetivos na vida de alguém. A pessoa deseja alcançar algum objetivo, podendo até realizar algum progresso no início, mas no meio do caminho, acaba por destruir tudo aquilo que ela construiu.

O curioso é que a maioria das pessoas que alcançaram o sucesso, em algum momento em suas vidas, tiveram que superar a barreira conhecida como autossabotagem, que às vezes pode surgir em um nível inconsciente. Às vezes podemos sabotar a nós mesmos, sem prestarmos atenção.

E como podemos detectar se estamos praticando autossabotagem ou não?
Muita gente fala que sente preguiça para fazer as coisas. Às vezes a auto sabotagem se disfarça e nos induz a darmos desculpas para não alcançar os nossos objetivos.

Em nossa vida, tivemos diversos tipos de experiências que foram construindo referências sobre nossas habilidades e capacidades. Além disso, o ambiente que cada um de nós fomos expostos, também teve uma grande influência na formação dessas referências.

Se você cresceu em um ambiente em que a sua autoconfiança tenha sido estimulada, na medida em que foi se tornando um adulto, com certeza é possível que tenha criado ótimas referências sobre si mesmo(a), eliminando assim as chances de se auto sabotar.

Entretanto, se você teve experiências em que alimentaram ideias depreciativas e incapacitantes, é possível que você tenha de lutar para substituir essas ideias e criar novas ideias possibilitadoras, que irão lhe conduzir para aquilo que você realmente deseja.

E então? Você tende a adiar seus sonhos? Ou faz o que for necessário até alcança-los?


Graça Almeida
Graça Almeida

Palestrante Motivacional, Coach, Mentora, Terapeuta Holística e Consultora em Registros Akáshicos.

    1 Response to "A PROCRASTINAÇÃO E O CICLO DA AUTOSSABOTAGEM"

Leave a Reply

Your email address will not be published.