Por muitas vezes, podemos observar como outras pessoas (principalmente aquelas próximas que acompanhamos a vida de perto) costumam se sabotar. Mas podemos nós também estar nos sabotando sem perceber?

COMO IDENTIFICAR A AUTO-SABOTAGEM

A auto-sabotagem está relacionado com aspectos simples da vida, como quando você poderia ter deixando de fazer algo que sabia que era importante fazer, mas não o fez. Também pode se manifestar quando você decide enfrentar um aspecto de sua personalidade que esteja lhe atrasando, mas quando ele vem à tona, você joga para o futuro seu enfrentamento.

A auto-sabotagem ocorre quando nós mesmos criamos problemas ou obstáculos para a realização de alguma meta, compromissos, sonhos ou projetos. Pode ser um hábito automático, programado no subconsciente que passaria imperceptível se não houver atenção consciente, consciência. Um destes hábitos está relacionado com o adiamento para o futuro de coisas que poderiam ser feitas no presente, e também com outras atitudes.

Lembre-se que a auto-sabotagem é algo inteiramente sutil e inconsciente, por isso é preciso olharmos se alguma crença limitante pode estar fazendo seus projetos irem por água abaixo. Tais crenças são proferidas como falsas verdades, mas que serão sempre utilizadas e lançadas a mão em momentos específicos, peculiares. Vejamos a afirmação:

“Eu não consigo…”

Essa afirmação quer dizer na verdade “não quero”. Tudo o que o ser humano concebe em pensamento, ele pode criar.

Exatamente por isso que existem os aviões, a estação espacial internacional e outras obras incríveis pelo mundo. Por isso, quando se utiliza o expressão “eu não consigo fazer isso”, ou “nunca vou superar aquilo outro em mim”; uma crença limitante ou falsa verdade está sendo proferida.

Auto-Sabotagem

CRENÇAS LIMITANTES E A AUTO-SABOTAGEM

Os motivos podem ser diversos, dependendo da situação específica que ela esteja sendo dita, mas meu objetivo aqui é identificar, para que você tenha consciência de algo automático, inconsciente. A própria identificação de um hábito automático já permite que ele nunca mais passe despercebido, e com o tempo, desprogramado.

A crença limitante funciona como “linhas de comando”, frases-conceito que você pode manter sobre si mesmo, e que serão sabotadoras quando você precisa ir além de seus limites para conseguir algo que lhe trará felicidade, mas que exija um certo esforço.

Imagina que você seja uma pessoa que deseja muito amar e ser amada, e que está diante de alguém que possa ser seu eleito. Porém, você é uma pessoa tímida, e precisa dar o primeiro passo em direção a esse pretendente, em uma festa.

Neste momento, a auto-sabotagem pode lançar mão de alguma crença limitante que você tenha guardada, como “eu não consigo conhecer uma pessoa nova”, ou “nunca consigo ser simpático de primeira vez”.
Saiba que quando isso ocorre, a mente racional, através dos pensamentos, está agindo inocentemente, ok?

ROMPENDO A AUTO-SABOTAGEM

Não é por mal que seu inconsciente age dessa forma. Mas a mente funciona pela lei do menor esforço, porque justificar com a crença limitante é mais fácil do que romper seu limite e abordar a pessoa. É nessa hora que o “eu quero amar e ser amada” que exige ação e vontade, dá lugar a “eu não consigo…” ir além do limite, pois não-ação é menos esforço.

Independentemente do que vier depois do “eu nunca…”, “não consigo…”, “não sou capaz de…”, lembre-se que você é o criador da sua realidade a partir da postura que toma diante da vida.

O que você vai fazer para superar o que está te sabotando hoje?


Graça Almeida
Graça Almeida

Palestrante Motivacional, Coach, Mentora, Terapeuta Holística e Consultora em Registros Akáshicos.

    1 Response to "COMO SABER SE VOCÊ ESTÁ SE AUTO-SABOTANDO"

Leave a Reply

Your email address will not be published.